Plenaristas

A Restauração Ecológica no Brasil: Passado, Presente e Futuro.

Maria Otávia Silva Crepaldi

Líder de Programa na Palladium. Presidente da Sociedade Brasileira de Restauração Ecológica (SOBRE, 2022-2024). Coordenadora do Programa Neotropical Brasileiro da ELTI YALE pelo IPÊ-Instituto de Pesquisas Ecológicas e professora no Mestrado profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável (ESCAS). Bióloga (UFSCar, 2004), Mestre em Botânica (JBRJ, 2007) e Doutora em Ciência Ambiental (USP, 2015). Pós-Doutorado na ESALQ/USP (2022) em parceria com o Núcleo de Agroecologia e Produção Orgânica Pau-Brasil (NEA-PB/UFSB). Tenho experiência na área de planejamento, zoneamento ambiental e mudanças no uso da terra, etnobotânica e restauração ecológica, manejo e conservação de ecossistemas naturais, adequação ambiental e produtiva em propriedades rurais, principalmente na assessoria estratégica para implantação de res

Maria Otávia Silva Crepaldi

José Marcelo Torezan

Biólogo, professor de ecologia na Universidade Estadual de Londrina. Foi da botânica à ecologia aplicada, ocupando-se de projetos de restauração e pesquisa em ecologia de ecossistemas a partir de 1999. Esteve presente no surgimento da REBRE e foi um dos fundadores da SOBRE, servindo como o seu primeiro presidente. Se interessa por padrões de longo prazo nos ecossistemas em restauração, e pelos aspectos éticos da relação entre a ciência e a prática da restauração.

José Marcelo Torezan

Vera Lex Engel

Engenheira Florestal de formação pela USP, doutora em Ecologia pela UNICAMP e docente sênior da UNESP/FCA, onde atuou por mais de 30 anos nos cursos de Graduação em Engenharia Florestal e ainda atua na Pós-Graduação em Ciência Florestal, lecionando a disciplina Ecologia da Restauração durante cerca de 20 anos. No desenvolvimento de sua carreira como docente e pesquisadora, sempre atuou nas áreas de ecologia, manejo e restauração de florestas, com ênfase na Mata Atlântica. É membro fundadora da REBRE e da SOBRE, tendo atuado na primeira gestão da diretoria desta entidade, biênio 2016-2018, e posteriormente no Conselho Consultivo, de 2018 a 2021. Foi representante da América Latina no grupo de Restoration of Degraded Lands, da IUFRO, International Union of Forest Research Organization, de 2001 a 2014, onde atuou também na Task Force on Forest Adaptation and Restoration under Global Change, de 2015 a 2019. Foi representante da América Latina e Caribe na SER, Society of Ecological Restoration, de 2015 a 2018, e Presidente da Comissão Organizadora da I Conferência Brasileira e VII Conferência Mundial sobre Restauração Ecológica, em 2017 no Brasil.

José Marcelo Torezan

José Felipe Ribeiro

Graduação em Biologia pela Universidade Estadual de Campinas (1976), mestrado em Ecologia pela Universidade de Brasília (1983) e doutorado em Ecologia – University of California – DAVIS- USA (1991). É pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária atuando na Embrapa Cerrados. Trabalha na área de Ecologia, com ênfase em temas como biodiversidade, biogeografia, germinação de sementes, recuperação e restauração de ambientes em Reserva Legal e de Preservação Permanente e da Transferência dessas Tecnologias junto ao Projeto FIP Paisagens Rurais do Cerrado, do Programa PRA-VALER em parceria com o Serviço Florestal Brasileiro, o Sistema CNA/SENAR, GIZ e o Ministério da Agricultura, além de contribuir na ferramenta eletrônica WebAmbiente no projeto GEF Terrestre/Funbio em parceria com o Ministério do Meio Ambiente para apoiar a recomposição de áreas para atender a legislação de proteção da Vegetação Nativa (novo código florestal) nos diferentes biomas nacionais.

José Marcelo Torezan

Luiz Fernando Duarte de Moraes

Graduado em Engenharia Agronômica pela ESALQ/USP (1985) com doutorado em Agronomia (Ciências do Solo) pela UFRRJ (2005). Foi analista ambiental pelo Ibama entre 2002 e 2010, e desde 2010 é pesquisador na Embrapa Agrobiologia. Seus temas de pesquisa são relacionados principalmente à restauração de ecossistemas da Mata Atlântica, com destaque para a identificação e o estudo dos atributos funcionais que podem subsidiar a seleção de espécies arbóreas nativas para a restauração ecológica. É membro fundador da REBRE e da SOBRE. Faz parte do Conselho (desde 2018), como representante regional para a América Latina e o Caribe, e do Conselho Executivo (2023) da Sociedade Internacional de Restauração Ecológica (SER).

José Marcelo Torezan

Restauração em Florestas Secas.

Renato Garcia Rodrigues

É Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná (2003), Mestre e Doutor em Ecologia e Conservação pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é Professor Adjunto (DE) na Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), responsável pela cadeira de Ecologia de Populações e Comunidades junto ao Colegiado de Ciências Biológicas. Coordenador Técnico do Programa de Conservação de Fauna e Flora – subprograma FLORA – (PCFF-PISF) e do Programa de Recuperação de Áreas Degradadas junto ao Projeto de Integração do Rio São Francisco – Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR). Coordena o Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental da UNIVASF (NEMA/UNIVASF). Tem experiência na área de Conservação da Natureza e Ecologia, com ênfase em Ecologia de Populações e Comunidades.

José Marcelo Torezan

Felipe Pimentel Lopes de Melo

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (2001), mestrado em Biologia Vegetal pela Universidade Federal de Pernambuco (2004) e doutorado em Ecologia pela Universidad Nacional Autonoma de Mexico (2009). Desde 2011 é Professor/Pesquisador na UFPE; membro do corpo docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal e do Programa de Pós-Graduação em Etnobiologia e Conservação e pesquisador colaborador do Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste. É coordenador do Laboratório de Ecologia Aplicada e Eco-socialista.

José Marcelo Torezan

Daniel Roberto Pérez

É acadêmico dos programas de graduação, mestrado e doutorado das Universidades de Comahue e do Centro de Buenos Aires, na Argentina. No campo científico, o Dr. Pérez desenvolveu um modelo de restauração de zonas áridas chamado “Framework species approach”. Nesta linha de trabalho tem publicado artigos sobre utilização de sementes, semeadura direta, custos de semeadura, uso de drones, entre outros. No campo social, o Dr. Pérez deu suporte conceitual a uma nova linha de trabalho interdisciplinar chamada “educação baseada na restauração ecológica” que desenvolve na prática principalmente nas zonas áridas da Argentina. Seu trabalho permitiu estabelecer a primeira cooperativa de trabalho de restauração ecológica da Argentina com moradores de zonas áridas da Patagônia. Atualmente é responsável pela formulação da Estratégia e Plano Nacional de Restauração Ecológica da Argentina.

José Marcelo Torezan

Eliane Ceccon

Nasceu em Curitiba-Paraná-Brasil, tem nacionalidade mexicana e brasileira. Trabalha há 22 anos como pesquisadora no Centro Regional de Pesquisas Multidisciplinares da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM). Seus projetos tratam de conciliar as necessidades humanas que levam à extração de recursos naturais com a restauração dos processos ecológicos intrínsecos dos ecossistemas. Publicou 9 livros, e participou em mais de 100 publicações entre artigos e capítulos de livros. Também colaborou em projetos de restauração no México, Brasil, Argentina, Colômbia, Chile, Nicarágua e Costa Rica. Faz parte do grupo de coordenação da Rede Mexicana de Restauração (REPARA), é assessora científica do pacto da Mata Atlântica no Brasil.

José Marcelo Torezan

Cristina Branquinho


É Professora Catedrática de Ecologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, membro integrado do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais onde é coordenadora da Linha Temática “Infraestrutura verde e azul para a sustentabilidade urbana” e membro do Laboratório Associado CHANGE, Instituto para as Alterações Globais e Sustentabilidade onde é coordenadora da Linha Temática “Assegurar a preservação e regeneração dos recursos naturais”. É membro correspondente da Academia das Ciências de Lisboa. É membro do Conselho Geral da Universidade de Lisboa. É membro e representante da Universidade de Lisboa na Rede de Estudos Ambientais de Países de Língua Portuguesa (REALP). A sua investigação centra-se na compreensão dos padrões ecológicos em resposta às diferentes alterações ambientais, através: i) da avaliação e modelação da estrutura e do funcionamento da biodiversidade; ii) do desenvolvimento, teste e rastreio de indicadores ecológicos a diferentes escalas espaciais e temporais; iii) do restauro da estrutura e funcionamento do ecossistema assim como dos serviços ecossistêmicos que lhe estão associados.

José Marcelo Torezan

Financiamento e Governança da Restauração

Rafael Barreiro Chaves

É ecólogo, e trabalha como Especialista Ambiental na Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Estado de São Paulo (SEMIL), com foco em políticas e programas de restauração de ecossistemas, serviços ecossistêmicos, e na coprodução de ciência e política pública. Vice-Diretor do Projeto BIOTA Síntese, é interlocutor da SEMIL em diversas pesquisas acadêmicas, promovendo a interface com políticas estaduais. É ex-presidente e atual conselheiro da Sociedade Brasileira de Restauração Ecológica (SOBRE), além de conselheiro do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica.

José Marcelo Torezan

Fabíola Zerbini

Fabíola Zerbini é advogada, Doutora em Ciência Política e Ambiental pelo PROCAM/USP. Atualmente é Diretora do Departamento de Florestas do Ministério do Meio Ambiente e Mudanças do Clima, Secretaria de Biodiversidade, Florestas e Direitos Animais, onde lidera a agenda de recuperação da vegetação nativa e manejo florestal. Antes disso, atuou por 20 anos em cargos de liderança na agenda florestal, tais como: Diretora de Florestas, Uso da Terra e Agricultura do WRI Brasil; Diretora Latino-americana do TFA – Tropical Forest Alliance, sediada pelo World Economic Forum, na agenda de desmatamento zero associado a produção de comodities, Diretora do FSC Brasil – Forest Stewardship Council. Antes de sua atuação mais focada no setor florestal, trabalhou nas agendas de economia solidária e comércio justo, em organizações como FACES do Brasil e Instituto Kairós.

José Marcelo Torezan

Nabil M. Kadri

É Superintendente da Área de Meio Ambiente do BNDES, responsável pelo Fundo Amazônia, Fundo Clima, agenda de Biodiversidade, Florestas Nativas e Oceanos. É Mestre em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou em diversas políticas públicas do Governo Federal e Estadual, como as do Ministério da Ciência e Tecnologia, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo. Foi chefe de Gabinete na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República e chefe de gabinete do Plano Brasil Sem Miséria, na Secretaria Extraordinária para Erradicação da Pobreza Extrema. É membro titular do Comitê ESG da FEBRABAN, do Observatório do Meio Ambiente do Conselho Nacional de Justiça e do Grupo de Especialistas Sêniors da OCDE para Blended Finance para Adaptação Climática. Já lecionou como professor convidado em diversos cursos da PUC/COGEAE, FGV/EBAPE, FIA Business School e ENAP. Compõe os quadros do BNDES desde 2008 onde teve passagens pela Área Financeira, Área de Infraestrutura Social, Assessoria da Diretoria do Banco e Área de Gestão Pública e Socioambiental.

José Marcelo Torezan

Clérison Belém

É coordenador institucional do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – IRPAA, possui experiência em projetos de Assessoria Técnica e Extensão Rural – ATER e ações voltadas para a Convivência com o Semiárido. Possui graduação em Zootecnia pela Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco – Univasf e Mestrado em ciência animal pelo curso de Pós-Graduação na Univasf. Participou do PIVIC (Programa de iniciação cientifica Voluntario). Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase Assessoria Técnica e Extensão Rural – ATER para agricultura familiar, Convivência com o Semiárido, coordenação de projetos e equipes e pesquisas aplicadas a conservação de forragem e Saneamento Básico Rural.

José Marcelo Torezan

Educação para a Restauração

Alessandra Nasser Caiafa

Bióloga, Professora na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB, onde coordena o LEVRE – Laboratório de Ecologia Vegetal e Restauração Ecológica. Tem experiência com conservação e restauração da Mata Atlântica e seus ecossistemas associados como o Manguezal, tanto em projetos de pesquisa científica, como em projetos de extensão e educacionais. Atuando sempre em parceria com organizações do terceiro setor e poder público. Na atualidade faz parte faz parte da Diretoria da SOBRE – Sociedade Brasileira de Restauração Ecológica (Gestão 2022-2024), onde coordena o Dispersar, o Programa Nacional de Formação Inicial e Continuada em Restauração de Ecossistemas.

José Marcelo Torezan

Cínthia Rodrigues

Presidente da Quero na Escola, associação responsável pelas ações pedagógicas da Restaura Natureza – Olimpíada Brasileira de Restauração de Ecossistemas, que é uma realização do WWF-Brasil. Jornalista, especialista em Educação Social pela USP e mestranda em Educação, também pela USP, com foco no reconhecimento das escolas a outros saberes da comunidade. Também é coautora do livro “21 histórias de estudantes que mudaram a escola” e mãe de gêmeos.

José Marcelo Torezan

Jerônimo Sansevero

Professor do Departamento de Ciências Ambientais (DCA), Instituto de Florestas (IF) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e membro do Laboratório de Ecologia Aplicada – LEAp – UFRRJ. Principais linhas de pesquisa: ecologia vegetal, ecologia funcional, modelagem de trajetórias sucessionais, restauração ecológica e serviços ecossistêmicos. Também desenvolve atividades voltadas para capacitação, extensão, difusão do conhecimento e formulação de políticas públicas com objetivo de promover a restauração ecológica.

José Marcelo Torezan

Aline Branquinho Silva

Mestre em Ciências e Práticas da Educação e da Formação pela Universidade Lumière Lyon II, França (2009), Especialista em Design Instrucional (2018), em Neuroeducação (2015) e em Pedagogia Empresarial (2006); graduada em Pedagogia pela Universidade de Brasília (2005). Atuou como professora de planejamento e metodologia de ensino da faculdade SENAC de tecnologia e inovação do DF de 2010 a 2022. É analista da Embrapa desde 2008, ficando cedida no período de 2009 a 2016 para a administração pública onde atuou especialmente com formação de multiplicadores e educação corporativa. Retornou para a Embrapa em 2016 onde atuou na estruturação do processo corporativo de produção e oferta de capacitação on-line como ferramenta de transferência de tecnologia. Coordena a plataforma e-Campo desde o seu lançamento, em 2018.

José Marcelo Torezan

Sebastião Alves

É educador popular, Fellow da ASHOKA, Conselheiro Estadual de meio ambiente, Socio fundador do SERTA – Serviço de Tecnologia Alternativa, Professor de Agroecologia e Permacultura da Escola Técnica de Agroecologia do SERTA, Pesquisador, desenvolvedor e experimentador de Tecnologias de baixa complexidade para convivência com o semiárido e agricultura familiar..

José Marcelo Torezan

Diversos Olhares para a Restauração

Ludmila Pugliese

Bióloga formada pela UFRJ, com mestrado e doutorado em andamento no Programa de Pós-Graduação em recursos florestais na USP/ESALQ. Atua com restauração há mais de 20 anos participando como colaboradora em Instituições como IBIo, SOS Mata Atlântica e Kawa estratégias ambientais. Esteve à frente do Pacto pela Restauração da Restauração da Mata Atlântica, durante 8 anos, entre coordenação e secretaria executiva. Como consultora, apoiou na elaboração da política e plano nacional de Recuperação da Vegetação Nativa. É Membro do Conselho de Ongs e Comitês Científicos na área de Restauração, Diversidade e Inclusão. Atualmente está Gerente de Restauração na Conservação Internacional, liderando a agenda nacional em programas de larga escala na Amazonia e Mata Atlântica. Coordena ainda a força tarefa Social do Pacto pela restauração da Mara Atlântica.

José Marcelo Torezan

Iran Xukuru

Iran Neves Ordonio, Iran Xukuru, pertence a Etnia Xukuru do Ororubá, liderança do Terreiro de Ritual Sagrado e Guardião da Mata da Boa Vista. É Engenheiro Agrônomo pela UFRPE, Mestre em ciências do solo pela UFRPE, Extensionista Rural do Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA. Coordena o Coletivo da Agricultura indígena Xukuru do Ororubá – Jupago Kreká. Responsável pelo Centro de Agricultura Xukuru do Ororubá CAXO da Boa Vista e pelo Centro de Formação em Agricultura Xukuru – Casa de Sementes Mãe Zenilda. Atualmente vem realizando trabalhos com envolvimento comunitário que buscam identificar e potencializar práticas e saberes para restauração ecológica dentro do território Xukuru. Vem ainda promovendo o manejo de mata por cosmonucleação regenerativa como uma forma de restauração biocêntrica com a escola de vida que usa metodologias sensíveis e a pedagogia de passarinho.

José Marcelo Torezan

Marcela

Durante sua vida, teve vários trabalhos em ramos diferentes, mais o que teve mais prazer em realizar foi na área do meio ambiente. Em 2013 começou a trabalhar em um viveiro, onde foi ganhando experiência e se tornou sócia em 2016. Após 3 anos, comprou a parte estrutural de sua sócia e criou o Viveiro Mata Nativa, após dois anos trabalhando, observou os impactos no Pontal do Paranapanema e viu uma oportunidade de abrir uma Empresa de Reflorestamento.

José Marcelo Torezan

Marilza Machado

É filha de agricultores familiares, desenvolveu o gosto em aprender sobre as florestas com seus ancestrais. Pertence à Comunidade Quilombola de Ribeirão, localizada no município de Alcobaça/BA. É membro da Associação dos Produtores Rurais da Comunidade Ribeirão, e também atua junto a outras comunidades tradicionais na busca por alternativas para restauração e recomposição florestal aliada a geração de renda para agricultores familiares. Sempre atuou em atividades voltadas a etnobotânica, coleta de sementes, produção de mudas, e plantios florestais de espécies nativas em diferentes domínios fitogeográficos do Brasil. Bióloga de formação, atualmente é doutoranda pela Universidade Federal do Sul da Bahia no Programa de Pós-graduação em Biossistemas.

José Marcelo Torezan

Osmar dos Santos

É agricultor familiar desde a infância, pertence à Comunidade Quilombola de Ribeirão, é um dos sócios fundadores da Associação de Produtores Rurais da Comunidade Ribeirão desde 2008. Apoia a restauração florestal desde criança ao perceber, trabalhando juntos aos avós, que é possível aliar geração de renda com produção agrícola consorciada a florestas, e o conforto em se trabalhar debaixo da sombra. Possui Formação como Técnico em Agroecologia. Atua junto às comunidades tradicionais do extremo sul baiano com coleta de sementes, produção de mudas e plantios florestais na busca de alternativas para aliar a restauração florestal e a produção agrícola com mais sustentabilidade e equidade para todos.

José Marcelo Torezan

Inovações para Restauração em Escala

Danielle Celentano

Engenheira Florestal pela UNESP, Mestre em Manejo e Conservação de Florestas Tropicais pelo CATIE na Costa Rica e Doutora em Biodiversidade e Biotecnologia pelo Programa Bionorte. Atualmente é Analista Sênior em restauração ecológica no Instituto Socioambiental (ISA), Conselheira da SOBRE e da Aliança pela Restauração na Amazônia. Danielle mora na Amazônia há mais de 20 anos, é mãe da Ananda e do Noam, vive em um sítio onde com sua família cultivam um lindo quintal agroflorestal.

José Marcelo Torezan

Robin Chazdon

Professora Emérita no Departamento de Ecologia e Biologia Evolutiva da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, e Professora do Centro de Pesquisa de Florestas Tropicais da Universidade Sunshine Coast, em Queensland, Austrália. Sua pesquisa de longo prazo se concentra na regeneração natural de florestas tropicais, restauração florestal e da paisagem. Entre outras representações, Robin é co-diretora global da Aliança para a Regeneração Natural Assistida e consultora da Força-Tarefa de Melhores Práticas da Década das Nações Unidas para a Restauração de Ecossistemas.

José Marcelo Torezan

Pedro Henrique S. Brancalion

Professor associado do Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP, onde lidera o Laboratório de Silvicultura Tropical e desenvolve pesquisas em restauração de florestas tropicais e seus impactos na conservação da biodiversidade, sequestro de carbono e benefícios sociais. Ocupa também as posições de sócio e pesquisador na empresa Re.green, diretor de inovação do Centro de Estudos de Carbono em Agricultura Tropical (CCarbon/USP) e membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências. O prof. Pedro já publicou diversos livros e mais de 230 artigos científicos, estando entre os 20 acadêmicos do Brasil, de todas as áreas do conhecimento, reconhecidos como altamente citados pela Clarivate. Recebeu em 2018 o prêmio Bunge juventude e em 2021 o prêmio Excelência para Novas Lideranças em Pesquisa na USP.

José Marcelo Torezan

Maxmiller Ferreira

Agricultor, Técnico Agropecuário, Biólogo e Mestre em Ecologia. Atualmente, cursa o Doutorado pela Universidade de Brasília. Trabalha com a ecologia da regeneração natural, tanto vegetativa quanto por sementes, com o objetivo de promover a restauração com baixo custo e em larga escala. Há mais de 10 anos estuda a semeadura direta com Muvuca e outros métodos de restauração em Cerrado e Floresta. É pesquisador e extensionista.

José Marcelo Torezan