As visitas de campo serão realizadas na quarta-feira, dia 10 de julho, e terão por objetivo mostrar aos participantes do evento as particularidades da Caatinga e de alguns projetos desenvolvidos na região. Veja abaixo a lista de opções.

VT01 - Campus Ciências Agrárias/NEMA E CEMAFAUNA - UNIVASF

 

Cidade: Petrolina, PE.

Distância: 12 Km

Nesta visita, os inscritos poderão conhecer o Campus Ciências Agrárias da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), que possui 350 mil metros quadrados, está imerso em uma grande área de Caatinga e possui trilhas. Além disso, os inscritos poderão conhecer a estrutura e os trabalhos desenvolvidos na sede do Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental (NEMA/UNIVASF) e visitar o Museu de Fauna da Caatinga do Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (CEMAFAUNA/UNIVASF).

 

Saiba mais:

https://nema.univasf.edu.br/site/

http://www.cemafauna.univasf.edu.br/

Roteiro:

  • 7:30h – Saída de Petrolina (os locais de parada serão disponibilizados posteriormente)
  • 8h – Trilha na Caatinga, dentro do Campus Ciências Agrárias.
  • 9:30h – Intervalo no NEMA
  • 10h – Visita à estrutura do NEMA
  • 12h – Saída para almoço no centro da cidade
  • 14h – Retorno ao campus
  • 14: 30h – Visita à estrutura do CEMAFAUNA – Museu de Fauna da Caatinga

Investimento

R$ 50,00 – incluído no pacote: deslocamento.

Vagas

65 pessoas (ônibus)

O que levar:

Água, protetor solar, chapéu, roupa de campo e seus snacks favoritos. Se tiver, leve perneira.

Campus Ciências Agrárias da UNIVASF • Fotografia: ASCOM UNIVASF

Sede do NEMA/UNIVASF • Fotografia: NEMA UNIVASF

Museu da Fauna da Caatinga do CEMAFAUNA/UNIVASF • Fotografia: Wesley Lopes

VT02 - Projeto RE-Habitar Ararinha-azul

Cidade: Curaçá, BA

Distância: 130 Km

Nesta visita, os inscritos poderão conhecer as ações realizadas pelo projeto RE-Habitar Ararinha-azul, que é executado pelo NEMA. Nele, está sendo realizado um esforço de recuperação hidroambiental com objetivo de recuperar áreas degradadas e rios intermitentes, visando uma situação mais adequada para a sobrevivência das ararinhas-azuis, além de garantir segurança hídrica para a população rural no interior e entorno do Refúgio de Vida Silvestre (RVS) e da Área de Proteção Ambiental (APA).

Saiba mais:

https://nema.univasf.edu.br/site/index.php?page=newspaper&record_id=533

Roteiro:

  • 7h – Saída de Petrolina (os locais de parada serão disponibilizados posteriormente)
  • 9:30h – Visita aos setores onde estão sendo realizados os PRADs.
  • 12h – Almoço no posto Ararinha – Self Service – Churrascaria (valor não incluso)
  • 13:30h – Visita aos setores onde estão sendo realizados os PRADs.
  • 16:30h – Retorno para Petrolina-PE.

Investimento: R$ 80,00

Vagas: 50 pessoas 

O que levar:

Água, protetor solar, chapéu, roupa de campo e seus snacks favoritos. Se tiver, leve perneira.

Fotos:

Cordões em contorno • Fotografia: Luís Coelho/NEMA UNIVASF

Barragem subterrânea • Fotografia: Karen Lima/NEMA UNIVASF

Núcleo de Mudas • Fotografia: Karen Lima/NEMA UNIVASF

VT03 - Canal do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF)

Cidade: Cabrobó, PE.

Distância: 180 Km

Nessa visita, os inscritos poderão conhecer o canal da transposição do rio São Francisco e o ponto de captação da água em Cabrobó, PE. No entorno, os inscritos também irão conhecer os núcleos de restauração ecológica desenvolvidos pelo NEMA. Além disso, será visitada a Unidade de Conservação da Serra do Livramento, onde os inscritos poderão ver a Caatinga em maior estado de conservação.

Roteiro:

  • 7h – Saída de Petrolina (os locais de parada serão disponibilizados posteriormente)
  • 9h – Visita ao canal da transposição do Rio São Francisco e dos núcleos de restauração implantados pelo NEMA.
  • 12h – Almoço (valor não incluso)
  • 13:30h – Visita à Unidade de conservação da Serra do Livramento
  • 16h – Retorno para Petrolina-PE.

Investimento: R$ 150,00

Vagas: 50 pessoas 

O que levar:

Água, protetor solar, chapéu, roupa de campo e seus snacks favoritos. Se tiver, leve perneira.

Fotos:

Estação do Eixo Norte em Cabrobó • Fotografia: Taisa Alencar/G1

Plantio • Fotografia: Karen Lima/NEMA UNIVASF

UC Serra do Livramento • Fotografia: André Paviotti/NEMA UNIVASF

VT04 - EMBRAPA Semiárido

Cidade: Petrolina, PE.

Distância: 30 Km

Nessa visita, os inscritos poderão conhecer a sede da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA Semiárido), instalada ao redor de uma grande área de Caatinga, onde são realizadas diversas pesquisas e melhorias na produção vegetal e animal da região. A priori será feita uma visita à  Trilha Ecológica da Caatinga, em meio à Caatinga conservada, com posterior visita à Ecoteca (informações sobre as coleções Carpoteca, Xiloteca e Zooteca) e no Laboratório de Análise de Sementes da Embrapa Semiárido (LASESA).

.

Saiba mais:

https://www.embrapa.br/semiarido

Roteiro:

  • 7h – Saída de Petrolina (os locais de parada serão disponibilizados posteriormente)
  • 8h – Visita à Trilha Ecológica da Caatinga
  • 12h – Almoço (valor não incluso)
  • 13:30h – Visita aos laboratórios
  • 16h – Retorno para Petrolina-PE.

Investimento: R$ 60,00

Vagas: 57 pessoas 

O que levar:

Água, protetor solar, chapéu, roupa de campo e seus snacks favoritos. Se tiver, leve perneira.

Fotos:

Sede Embrapa Semiárido • Fotografia: Fernanda Birolo

Trilha ecológica • Fotografia: Tatiana Taura

Laboratório de sementes • Fotografia: Divulgação EMBRAPA Semiárido

VT05 - IRPAA - Comunidade em Ouricuri de Recaatingamento e fábrica da Cooperativa Agropecuária Familiar (Coopercuc)

Cidade: Uauá, Bahia

Distância: 130 Km

Nesta visita, os inscritos poderão conhecer as técnicas de Recaatingamento realizadas pelo Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), em que 65 famílias participam das ações de plantio e manutenção das áreas de reflorestamento. As comunidades de fundo de pasto fazem o plantio de espécies perdidas e raras, produção vegetal de espécies nativas, delimitam áreas de proteção e fazem manejo adequado dos animais de produção. A produção das espécies nativas são comercializadas pela fábrica da Coopercuc e enviadas para venda comercial até para o exterior.

Saiba mais:

Roteiro:

  • 7h – Saída de Petrolina (os locais de parada serão disponibilizados posteriormente)
  • 9h – Visita à Comunidade onde as ações são realizadas
  • 12h – Almoço em Uauá (valor não incluso)
  • 13:30h – Visita à fábrica da Coopercuc
  • 16h – Retorno para Petrolina-PE.

Investimento: R$ 110,00

Vagas: 42 pessoas 

O que levar:

Água, protetor solar, chapéu, roupa de campo e seus snacks favoritos. Se tiver, leve perneira.

Fotos:

Recaatingamento IRPAA • Fotografia: Globo Repórter

Recaatingamento na comunidade • Fotografia: Divulgação IRPAA

Fábrica Coopercuc • Fotografia: William França